sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Poetic Dreams

O Poetic Dreams quer deixar-vos um poema de Paulo Setúbal (autor brasileiro). Este poema ficou muito conhecido por seu usado numa telenovela brasileira "Laços de Família".

Só tu
De todos os que me beijaram
De todos os que me abraçaram
Já nem me lembro nem sei
Foram tantos os que me amaram
Foram tantos os que eu amei

Mas tu - que rude contraste
Tu que já mais me beijaste
Tu que já mais abracei
Só tu, nesta alma ficaste
De todos os que eu amei.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Frases Marcantes

Para mim é impossível estar a ler um livro sem um lápis ou caneta e um pedaço de papel onde apontar algumas passagens ou frases que de alguma forma nos marcam, nos fazem reflectir ou, simplesmente, transmitem emoções ou sentimentos de uma forma bela e singela.
Desta forma, esta rubrica pretende dar a conhecer as frases de livros ou frases proferidas por alguém mas que não estejam publicadas em nenhum livro que, por algum motivo, me marcaram.

É bom pensar que as pessoas com quem estamos não
procuram a primeira oportunidade para abrir a porta e correr connosco.
                                                              Torey Hayden
Esta frase foi retira do livro "A menina que nunca chorava" da autora Torey Hayden. Este livro é a continuação da história apresentada no livro "A crianças que não queria falar", e apresenta-nos a forma como a autora lidou com a partida de Sheila, uma menina de 6 que foi violada, e como é o seu reencontro com ela alguns anos depois. É uma história comovente e envolvente e que mostra o quanto o empenho de uma profissional consegue influenciar positivamente o percurso de vida de alguém! 


segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Encontros e Despedidas!


Esta música de Maria Rita é um pouco o símbolo da vida do ser Humano... A nossa vida agitada conduz-nos por longos e diferentes caminhos! Conhecemos lugares e pessoas, experimentamos diferentes sentimentos... A nossa vida é feita por "estações" onde, simultaneamente, nos despedimos de algo e conhecemos algo!
Apesar de nem todos os locais em que fazemos uma paragem para mudar de direcção sejam carregados de sentimentos positivos, todos eles são locais de aprendizagem! Partir e deixar algo ou alguém para trás não é uma tarefa fácil. Gerir bem as perdas é algo importante para que o nosso estado mental se mantenha saudável.

Relativamente à relação com os outros, Saint- Exupéry deixou-nos uma frase que resume a verdadeira essência dos efeitos que provocam em nós e que nós provocamos nos outros e é a seguinte:

Aqueles que passam por nós não vão sós,
deixam um pouco de si levam um pouco de nós!

Uma vez na vida (Cathy Kelly)

Sinopse
Três mulheres. Três amores. Três razões para mudar de rumo…

[uma+vez+na+vida.jpg]A loja Kenny’s, em Ardagh, é muito mais do que um espaço comercial, é o coração da vila onde vivem três mulheres cujas vidas estão prestes a mudar… Ingrid Fitzgerald, apresentadora de televisão, viu o marido, David, o carismático proprietário da Kenny’s, entregar-se de alma e coração ao negócio da família, enquanto ela equilibrava admiravelmente a carreira e a vida familiar. Agora que os filhos se preparam para abandonar o ninho, Ingrid descobre um segredo que abalará o seu mundo. Natalie Flynn partilha um apartamento com a filha de Ingrid, Molly. Ao mesmo tempo que o amor desponta na sua vida, Natalie começa a colocar perguntas que nunca antes se atrevera a fazer sobre o seu passado. Irão elas ajudá-la a entender quem é na verdade? Charlie Fallon, entusiasta empregada da Kenny’s, adora o filho e o marido, mas a mãe parece determinada em arruinar-lhe a vida. Agora está na altura de, finalmente, lutar pela sua felicidade. Star Bluestone é a única que as poderá ajudar quando as suas vidas estão prestes a mudar para sempre… Star, uma mulher com uma sabedoria muito especial, sabe por experiência própria que as coisas mais importantes da vida têm de ser estimadas e acarinhadas e que a oportunidade para se ser feliz surge apenas uma vez na vida… Calorosa e envolvente, esta é uma história sobre o amor, a amizade e os efeitos devastadores que os segredos do passado têm na vida de cada um…

Opinião
Este foi um livro que trouxe ocasionalmente da biblioteca à alguns meses atrás! Não conhecia a autora, mas a beleza da capa e o título sugestivo contrinbuiram para que eu o retirasse da estatante e o conduzi-se numa viagem até minha casa.

Após a leitura das primeira páginas o leitor fica completamente preso. Com uma escrita envolvente e cativante, este livro conduz-nos numa viagem por uma viagem onde emergem diferentes sentimentos... O amor, a amizade, a fidelidade... estão presentes ao longo de todo o livro. O misticismo está também presente o que confere ao livro uma certa magia...

Um aspecto curioso é que cada capítulo do livro começa com um pensamento/ reflexão que encaixa na perfeição naquilo que é narrado ao longo do capítulo...

Vale a pena ler este livro! É daqueles que nos deixa a pensar durante alguns dias! Pensamos no enredo, pensamos nas personagens, nas suas histórias e na sua forma de ultrapassar as dificuldades...

domingo, 25 de setembro de 2011

Aparição

Imagem retirada do Google
Num mundo onde a solidão domina
Onde o amor é ofuscado pela tristeza
E as lágrimas,
Limpam a pouca felicidade que existe.

Ali, apareceste tu
Brilhante, sorridente
Com todo o teu amor para dar

Com o teu imponente sorriso
Irradiaste esse mundo
Fizeste voltar o sol, a alegria, o amor...
Tudo se modificou
Quando tu apareces-te!!
        S. (Fevereiro de 2005)


sábado, 24 de setembro de 2011

Poetic Dreams

Esta é a primeira rubrica que quero introduzir neste meu cantinho.

A poesia nem sempre tem um papel principal nas nossas leituras. Considero um género literário difícil de produzir e que necessita de um forte apelo da criatividade e da sensibilidade. Desta forma, todas as sextas-feiras pretendo deixar um poema que de alguma forma me tenha tocado!

O primeiro poema que aqui deixo é de Antero de Quental que e é letra de um fado de Coimbra... A beleza do poema associada ao arranjo musical fica sublime!

Maria

Tenho cantado esperanças...
Tenho falado d' amores...
Das saudades e dos sonhos
Com que embalo minhas dores...

Entre os ventos supirando
Vagas, tênues harmonias,
Tendes visto como correm
Minhas doidas fantasias.

E eu cudei que era poesia
Todo esse louco sonhar...
Cuidei saber o que é vida
Só porque sei delirar...

Só porque a noite, dormindo
Ao seio duma visão,
Encontrava algum alívio,
Meu dorido coração,

Cuidei ser amor aquilo
E ser aquilo viver...
Oh! Sonhos que se abraçam
Quando se quer esquecer.

Eram fantasmas que a noite
Trouxe, e o dia já levou...
A luz d'estranha alvorada
Hoje minha alma acordou!

Esquecei aqueles cantos...
Só agora sei falar!
Perdoa-me esses delírios...
Só agora soube amar!
                   Antero de Quental

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Noite dos Investigadores

A investigação científica permite a expansão do conhecimento e a melhoria das condições de vida do ser humano. É um mundo fantástico que permite alargar horizontes, mas que, infelizmente, nem sempre é valorizado pelo público em geral e pelas entidades financiadoras.

Os projectos de investigação são, de um modo geral, dispendiosos e muitas vezes prolongados no tempo. Contudo, são um modo de valorizar o país e pode diminuir a nossa dependência em relação a outros países. Por exemplo, no que diz respeito à investigação na área da farmacologia a descoberta de novos medicamentos contribui para a diminuição da depêndencia em relação a fármacos desenvolvidos noutros países.

Assim, com o objectivo de diminuir a distância entre os investigadores e  o público em geral foi desenvolvida a Noite dos Investigadores. Neste sentido, por todo a Europa na 4ª sexta-feira do mês de Setembro, qualquer pessoa pode ser "cientista por um dia" e participar em experiências diversificadas e enriquecedoras de uma forma descontraída.

Acho uma boa iniciativa, uma vez que pode contribuir para despertar a curiosidade e aguçar a mente de jovens que podem ser potenciais investigadores.

Conhecimento gera conhecimento!

Cinco dias em Paris (Danielle Steel)

"Cinco dias em Paris" foi o livo que acabei de ler recentemente! É um livro que está bem escrito, tem um bom enredo e é muito cativante! Contudo senti uma pequena ponta de desilusão com o final...

Este não é o primeiro romance que leio desta autora! "Descobri-a" no inicio deste ano e até agora já li alguns dos seus romances e em comparação, acho o final deste um livro pouco desenvolvido. Acho que a autora poderia ter desenrolado de uma forma mais completa o final das três personagens centrais do livro: Peter, Olivia e Katie... Todavia deixo a sinopse do livro para que possam descobri por si próprios e criem as suas próprias conclusões.

Sinopse
Nada parece faltar na vida do bem-sucedido Peter Haskell. É presidente de uma grande empresa farmacêutica, tem poder, posição, uma carreira e uma família pela qual se sacrificou bastante e que é tudo para ele. Olívia Thatcher é mulher de um famoso senador e sempre viveu em função do marido, dedicando-se de alma e coração às suas ambições e à sua carreira. Peter e Olívia conhecem-se por acaso em Paris e, apesar das suas vidas totalmente diferentes, descobrem que são almas gémeas. Tudo o que se podem permitir são cinco dias na capital francesa, após os quais pensam retornar às suas respectivas vidas. No entanto, quando cada um deles regressa ao seu lar e ao seu casamento já nada é como dantes.
Tudo é possível na capital do amor, como a paixão à primeira vista.

Porta de entrada

Esta é a porta de entrada num espaço em que pretendo partilhar reflexões, opiniões e pensamentos sobre diferentes assuntos do meu interesse! No fundo, gostaria partilhar e adquirir conhecimentos novos sobre aspectos que cultivam o nosso conhecimento e alimentam o nosso intelecto! Os livros serão uma das personagens principais deste lugar cibernáutico pois, para mim, é difícil resistir-lhes. São um peça fundamental do meu dia-a-dia e, por vezes, quando a estória é fantástica e nos marca emocionalmente é difícil deixá-los "partir". Assim, é uma forma de os partilhar e perpetuar, durante mais algum tempo, no nosso mundo intelctual!

Porque é sempre bom alargarmos horizontes e deixarmo-nos envolver pelo fantástico mundo do conhecimento

Espero que entrem por esta porta e deixem um pouco daquilo que ocupa o vosso mundo!

Sejam bem-vindos!