sexta-feira, 5 de maio de 2017

Opinião | "Mors Tua, Vita Mea: A tua morte, a minha vida" de Vanessa Santos

Mors Tua, Vita Mea: A tua morte, a minha vida
Classificação: 1 Estrela

Li o livro Mors Tua, Vita Mea: A tua morte, a minha vida a convite da autora Vanessa Santos. Tenho que agradecer-lhe o convite e a oferta do livro. Obrigada, Vanessa!

Infelizmente não foi uma leitura muito agradável. É um livro que apresenta algumas falhas, falhas essas que tornam a leitura difícil e nos oferece pouco prazer. 
Os problemas começam desde logo com a forma como livro está estruturado. É uma estrutura confusa e pouco coerente, como já partilhei com a autora, temos a sensação que estamos a ler dois livros. E depois os erros ortográficos que são bastante significativos. Desde logo, estes aspetos quebram o ritmo de leitura. 

Em relação ao enredo, este é pobre em termos de aspetos essenciais para a nossa compreensão da estória. A autora "perde-se" com reflexões paralelas que, em alguns casos, tornam a leitura um pouco aborrecida. Este aborrecimento advém do facto de estarmos a ler algo que não nos ajuda em nada para a compreensão da narrativa, nem para conhecer melhor as personagens que povoam aquelas páginas. 

Há situações relacionados com as personagens e com as relações que elas estabelecem que, aos meus olhos, pareceram forçadas. Não me soaram naturais, fluídas e que encaixam bem umas com as outras. Os diálogos também mereciam mais investimento. Era importante para mim sentir que estava a ver a cena. Desejei muito que autora me mostrasse as coisas, em vez de, simplesmente, mas contar. Queria envolvência, queria ver sentimentos a nascerem e a cruzarem-se em momentos de romance e conflito. 

No seguimento do que já escrevi, vem a minha impressão relativamente às personagens. A Sara precisava de se mostrar mais adulta e madura. Em certas ocasiões parecia mais uma adolescente do que uma jovem adulta. Hélio e Cláudio mereciam uma melhor apresentação e contextualização do seu papel e função na narrativa. 

Fico triste por não oferecer palavras melhores à Vanessa. Antes de publicar a opinião "falei" abertamente com ela e esmiucei muito mais sobre os pontos negativos do livro. Ela foi de uma humildade louvável. "Ouviu" e partilhou comigo a sua visão sobre o livro. Tendo em contas estas qualidades, queria ter palavras mais inspiradoras para descrever esta minha experiência com o livro. Porém, eu considero que devemos sempre ser honestos com aquilo que escrevemos sobre os livros que lemos. Só assim passamos uma visão verdadeira e conseguimos ajudar os autores que ainda estão a iniciar o seu percurso. 
Desejo muito que a Vanessa não fique por aqui e que cresça enquanto escritora. E que nós estejamos aqui para assistir. 


2 comentários:

  1. Olá Silvana,
    Também li o livro há relativamente pouco tempo e realmente tem muitas, muitas falhas. Para mim, também não foi uma leitura prazeirosa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita,
      Infelizmente o livro não é dos melhores. Houve muita coisa que falhou, porém a Vanessa tem perfeita consciência das imperfeições do livro. Falei com ela de forma mais detalhada e ela foi extremamente recetiva. Esperamos que numa próxima experiência as coisas mudem.
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!