domingo, 9 de julho de 2017

Por detrás da tela | "Meia noite em Paris" (2011)

Classificação: 6/10 Estrelas

Já há muito tempo que queria assistir ao filme Meia noite em Paris. Fiquei curiosa quando fiquei a saber um bocadinho mais sobre a estória, contudo fiquei um pouco desiludida com o filme. Esperava algo mais dinâmico e intendo do que aquilo que realmente encontrei.

Meia noite em Paris traz-nos a estória de Gil, um homem que escreve guiões para Hollywood, mas que tem a aspiração de escrever e publicar um livro memorável. A viver dias especiais em Paris, na companhia da sua noiva Inez, acaba por viver uma experiência memorável. 

A relação entre e Inez e Gil era estranha. Senti falta de qualquer coisa que me desse a entender uma maior ligação entre eles. Faltava ali um entendimento que acho que devia ter passado. Por outro lado, e tendo em conta a forma como tudo se desenvolver, sou levada a pensar que a forma destes dois lidarem um com o outro era propositada. 

Na minha perspetiva, penso que tudo decorreu de forma muito rápida. Faltou espaço para que algumas coisas no filme evoluíssem e me convencessem. Adorei o que acontecia depois da meia noite, nas ruas de Paris... Mas como é que acabaram de forma tão simplista? Senti falta de mais... 

Por fim, e mais uma vez, o final foi demasiado precipitado. Para que as coisas tenham algum sentido para mim, há que ir preparando o terreno e aqui não foi muito bem preparado. 
Adorei todas as imagens que passaram de Paris, reforçaram ainda mais a minha vontade de querer visitar a cidade.
Fico triste por não conseguir que este filme signifique mais para mim, porque acho que as estórias que servem de base à construção de toda a trama são interessantes e cativantes, contudo faltou-lhes uma certa profundidade que fosse capaz de me fazer vibrar com este filme.

2 comentários:

  1. Olá Silvana,
    Na altura vi este filme no cinema e até gostei bastante. E eu nem sou fã, nem do Woody Allen nem Owen Wilson!
    Mas também já se passaram uns anitos e não me lembro de grande coisa ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita,
      A minha cultura cinematográfica é muito (para não escrever imenso) reduzida. Acho que este foi o primeiro filme realizado por Woody Allen que vi. Com o Owen Wilson já vi outros e até gosto do ator. Acho-lhe piada. Do realizador tenho de ver mais para formar uma opinião mais concisa.
      Acho que o filme é um pouco propício ao esquecimento. Sinto que lhe falta lago que o torne memorável.
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!