sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Opinião | "Mar de papoilas" de Amitav Ghosh (Ibis Trilogy #1)

Mar de Papoilas

Classificação: 1 Estrela

Mar de papoilas estava esquecido na estante há imenso tempo. Por algum motivo que eu não consigo explicar, era uma leitura que ia sempre adiando (talvez pressentisse que o livro não era para mim).
Parti esperançada para esta leitura porque: 1) era um romance histórico e 2) foi finalista do Man Booker Prize 2008. 

Infelizmente foi das leituras mais penosas que fiz este ano. 
Neste livro, o autor entrelaça diferentes personagens, cada uma com a sua história pessoal, mas todas têm algo em comum. É este aspeto comum que condicionará a vida de todas elas e a forma como tudo se desenvolve.

Apesar de achar a premissa do livro bastante interessante, a forma como foi contada e desenvolvida é extremamente aborrecida. Há partes que foram dolorosas de ler para mim. A sensação que tinha era que lia, lia, lia e a narrativa pouco avançava. 
Da minha perspetiva, este livro é povoado de boas personagens. Todas elas têm um carácter muito particular e as coisas que passam deixam-lhes marcar. Porém, a narrativa não consegue extrapolar toda esta potencialidade. Optando por escolher um modo lento de nos apresentar os acontecimentos fez com que me sentisse muito aborrecida e com ânsia de ver o livro a chegar ao fim. Eram tantos pormenores, tantas cenas encaixadas que pouco interesse ofereciam que a dimensão das personagens acabou engolida por estes mesmos acontecimentos.

Só depois ter lido o livro é que percebi que ele é o primeiro de uma série. Fiquei fula com aquele final, mesmo agora sabendo que é uma série acho que poderiam ter oferecido um pouco mais ao leitor. Termina tudo de uma forma muito pouco conclusiva. Compreendo que se tenham de deixar pontas soltas, só no caso deste livro acho que o autor foi ao extremo.

Sei que é um livro que facilmente vai cair no esquecimento. Daqui a umas semanas se me perguntarem sobre ele eu pouco irei conseguir indicar.
Talvez as pessoas que tenham mais paciência para grandes momentos de descrição e narrativas que se arrastam por páginas e páginas sem que algo de significativo aconteça, poderá gostar mais deste livro do que eu.

4 comentários:

  1. Olá Silvana,
    Bem que chatice!! Já tinha visto este livro e nem sabia que fazia parte de uma trilogia. Não conhecia a história, mas agora acho que não vou conhecer.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isa,
      Não deves deixar de ler devido à minha opinião. Tu até podes gostar, sabes que isto é relativo. :)
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar
  2. Olá Silvana,
    Não sabia que fazia parte de uma trilogia e nem conhecia a história (apesar de conhecer a capa), mas estou a ver que não estou a perder nada.
    Melhores leituras virão ;)
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita,
      Tu até podes gostar. As opiniões são muito relativas. A mim, custou-me imenso a terminar este livro, mas não quer dizer que contigo seja igual :).
      Isso é verdade. O bom de ser leitor assíduo é que haverá sempre uma boa leitura à nossa espera. Pode não ser logo a seguinte, mas ela acabará por surgir.
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!